FALE CONOSCO | +55 (11) 4634 - 9000

Pesquisar
Close this search box.

FALE CONOSCO
+55 (11) 4634 - 9000

Manutenção de Milhões

Pense nisso:
Quem não investe em manutenção, perde a segurança.

O poder da manutenção 🔧

Você sabia? O manuseio inadequado, a falta de cuidados no lançamento dos cabos elétricos e a incompetência na execução de terminações e emendas são as maiores causas de falhas no sistema elétrico.

Após a instalação, e de forma periódica, todos os pontos acessíveis para uma verificação visual devem ser inspecionados buscando por imperfeições nos polímeros dos cabos, curvaturas em excesso, cheiro de queimado, contato de corpos estranhos e até mesmo derretimento da cobertura. Conexões por parafuso devem ser verificadas, principalmente quando se utiliza condutores de alumínio. Sinais de corrosão nas partes metálicas e excesso de umidade nas conexões devem ser avaliados.

Pode-se monitorar a resistência de isolamento ao longo dos anos em cabos de baixa tensão e usar a termovisão ao longo do circuito, enquanto instalações em média tensão podem ser avaliadas por medição de descargas parciais, tangente delta e reflectometria no domínio do tempo através de equipamentos específicos.

Rolos X Carretéis X Bobinas

#TBT na terça-feira. Retomamos este assunto para lembrar que as boas práticas de manutenção aplicam-se também nas primeiras práticas, o acondicionamento é uma das partes mais importantes para preservar a integridade dos cabos de forma que tudo chegue à instalação com segurança total. Para isto existem os rolos e as bobinas. Estas embalagens tem seus requisitos estabelecidos nas normas NBR 7312 – Rolos para fios e cabos elétricos, e NBR 11873 – Carretéis de madeira.

É interessante notar que o termo “carretel” se refere à embalagem apenas, ou seja, ainda vazia. Quando tem o cabo dentro, o termo correto passa de “carretel” para “bobina”. Em geral os fios e cabos fornecidos em rolos são de pequena seção, até 6 mm2. Cabos maiores são fornecidos em bobinas de madeira devido ao peso.

Os carretéis de madeira tem tamanhos variados para comportar os diversos comprimentos (lances) de cabo exigidos pelos clientes, com o disco variando de 65 cm a 270 cm. É importante considerar o peso de um bobina para definir seu lance. Fornecedores de cabos podem lidar com bobinas de 6 ou 7 toneladas sem problemas, enquanto isto pode ser um empecilho em campo, no manuseio de terceiros.

Portanto, quando se adquire grande quantidade de cabos para uma obra em específico, deve ser elaborado um Plano de Corte que irá definir os tamanhos e pesos das bobinas com base nas limitações de descarga e lançamento dos cabos.

Trocadilho: educação é tão importante que até para cabos ela se aplica.

Viu como é fácil? Com a especificação técnica em dia, é possível adquirir seus cabos com muito mais agilidade! Estamos sempre buscando novas melhorias, não deixe de acompanhá-las em nossos canais de comunicação. Encontre o novo sistema de orçamentos aqui!

Nossa Newsletter.

Cadastre seu email e receba nossas novidades