FALE CONOSCO | +55 (11) 4634 - 9000

Search
Close this search box.

FALE CONOSCO
+55 (11) 4634 - 9000

Embalagens de papelão inovam o mercado de fios e cabos elétricos.

Estudos recentes efetuados pela consultoria americana Booz Allen Hamilton para a Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco) revelam que 77% das unidades habitacionais brasileiras são construídas em regime de auto-gestão, sendo erguidas ou reformadas aos poucos com artigos comprados pelos próprios moradores. Com tal perfil temperado pelo crescimento do auto-serviço no varejo de materiais de construção, do qual a proliferação dos home centers é fator emblemático, fica fácil entender por que os fabricantes do setor vêem-se cada vez mais compelidos a criar embalagens vendedoras para seus produtos. Ante o desafio, o segmento de condutores elétricos parece ter encontrado um norte.

Ocorre que a apresentação comercial de fios e cabos elétricos, tradicionalmente feita na forma de novelos envolvidos por simplórios filmes plásticos, vem sendo crescentemente substituída por caixas de papelão ondulado projetadas sob medida para os produtos. “A caixa de papelão é uma embalagem com melhor aspecto e com amplo espaço para divulgar informações, fator importante para atender ao perfil do consumidor de home center”, assinala Diretor Industrial da Induscabos, empresa que adotou caixas para seus fios e cabos há cinco anos. Desde então, a adesão da empresa à embalagem celulósica só aumentou, acompanhando as transformações nos canais de vendas.

De modo a facilitar a percepção do consumidor no varejo de auto-serviço, as caixas da Induscabos, visualmente projetadas em conjunto pela empresa e pela agência Ponto esse, e confeccionadas pela Cartonagem Jauense, apresentam diferentes cores para distinguir as seções nominais (bitolas) dos produtos. Orifícios nas laterais auxiliam o público na visualização do modelo acondicionado. Além disso, as caixas da Induscabos são dotadas de um recurso que está se transformando em padrão das caixas utilizadas pelo setor: uma área picotada circular na parte frontal que, rompida, gera um orifício para a retirada dos fios.

Fonte: Revista Embalagem Marca – texto de Marcella Freitas

Nossa Newsletter.

Cadastre seu email e receba nossas novidades